O Que Vender Para Ganhar Dinheiro Na Internet

O Que Vender Para Ganhar Dinheiro Na Internet

Existe um canal mais poderoso do que a internet?

Desde que a rede mundial de computadores se tornou popular, muita coisa mudou. O paradigma de compartilhamento, velocidade de informação e comércio mudou. É um novo mundo, que teve seu “boom” há apenas 15 anos.

A internet não é uma ferramenta nova, ela foi criada para facilitar a comunicação entre militares. Quando o potencial comercial da rede começou a ser explorado, ela ficou muito mais interessante.

A globalização deve muito à internet.

Bom, mas já que ela está aí, pronta para ser usada com muita facilidade, nada melhor do que fazer dinheiro com ela. É por isso que as vendas na internet estão se tornando a cada dia, mais populares.

O Que Vender Para Ganhar Dinheiro Na Internet, Siga as Dicas!

Existem muitos meios e produtos para vender on-line. A variedade é imensa, mas citaremos as quatro principais formas de ganhar dinheiro vendendo pela internet. Conheça!

O Que Vender Para Ganhar Dinheiro Na Internet

Venda de produtos (físicos)

Você consegue imaginar uma vitrine imensa? Um mostruário tão grande que consiga ser visualizado pelo mundo inteiro ao mesmo tempo? Claro, não estamos dizendo que todas as pessoas do mundo vão ver o seu produto, mas a internet fornece o potencial necessário para isso.

Através da rede você pode anunciar suas vendas esquecendo limites como fuso horário, distancia geográfica ou até mesmo idioma. É um meio de comercio incrível, algo que transpõe diversas barreiras.

Para vender pela internet você pode publicar seus produtos em sites já existentes ou criar seu próprio e-commerce. Graças aos sistemas de entrega, cada vez mais internacionalizados, você pode mandar sua encomenda para o Japão (ou qualquer outro país) sem problemas!

Venda de infoprodutos

Os infoprodutos estão em alta. As pessoas estão cada vez mais adeptas à tecnologia, além da praticidade de acesso, existem questões como valor, espaço, peso e etc. É incrível poder guardar, por exemplo, mil livros em um pequeno tablet. Onde mais você teria lugar para guardar tantos títulos?

Posso afirmar, baseando-me na análise de diversos especialistas, que a venda de infoprodutos está em franca ascensão. Esse é m nicho está ganhando cada vez mais ferramentas próprias. A exemplo disso temos os e-readers, que não param de ser lançados.

Podemos citar diversos infoprodutos, mas o que mais estão fazendo sucesso são os e-books, áudio-livros, tutoriais, palestras em vídeo e sistemas de afiliados que vendem permissão de uso.

Há ainda a possibilidade de criar os seus próprios infoprodutos para vender. Se você possui o expertise certo em alguma área, pode vender o seu conhecimento. Lembre-se que a internet é a maior vitrine do mundo, desta forma, se houver qualidade, haverá vendas.

banner meio artigo 2

Venda de serviços

A venda de serviços é uma prática muito comum, dentro ou fora da internet. Existem incontáveis serviços que podem ser oferecidos on-line, com estrutura remota, sem a necessidade de contato pessoal.

Alguns exemplos de serviços são: programação web, web design, criação de conteúdo comercial, tradução, consultoria e aulas em geral e etc. As opções são muitas.

Quem trabalha diretamente com a internet sabe que existe uma “classe” que vem crescendo fortemente na rede. São os freelancers. Profissionais que não procuram vínculos empregatícios e que possuem uma proximidade maior com a tecnologia.

O conceito de freelancer existe há muitos anos, mas no Brasil não era visto com bons olhos. Há 10 anos um freelancer seria visto como um “fazedor de bicos”, uma pessoa sem emprego fixo.

Assim como mudou a forma de pensar em outros meios, a internet mexeu também com a área trabalhista. Agora, muitos procuram esse conceito mais livre para exercer uma profissão.

Fotógrafos, programadores, redatores, editores, designers e muitos outros trabalhadores usam a internet para divulgar seus serviços, criar redes de clientes e exibir suas habilidades.

A prática de serviços de freelancers tem se tornado uma opção cada vez mais desejada. Isso acontece por diversos fatores. O principal deles talvez seja a independência. Trabalhar sem um chefe é o sonho de muitos.

Socialmente também tem ocorrido um apelo maior para trabalhar em casa, nos conhecidos home offices. A grande maioria dos freelancers trabalha em suas residências ou lugares públicos.

As facilidades também são tentadoras. As cidades já não estão mais suportando os transeuntes nos horários de pico. Você consegue imaginar algo melhor do que escapar do trânsito às 18:00 horas?

Existe uma expectativa cada vez maior para a venda de serviços pela internet. Tanto de empresas formais, quanto de trabalhadores por conta própria. O importante é assimilar o poder contido nos métodos on-line.

Vendas indiretas

Para finalizar esse texto, precisamos avaliar um tipo de venda que não para de acontecer na internet e tem grande impacto em nosso instinto consumidor. As vendas indiretas estão sendo cada vez mais valorizadas.

Assim como os outros tipos citados, não há apenas uma fórmula, mas existem as mais conhecidas. As vendas indiretas são geralmente feitas através de uma série de atitudes que despertam o interesse do comprador.

Citarei aqui os blogs. Antigamente essas páginas eram entendidas como uma oportunidade de compartilhar experiências pessoais. Agora, esses pequenos sites possuem uma característica comercial.

Tente lembrar, qual foi o ultimo blog que você entrou que não tinha uma propaganda de produto? Não apenas no Google Adsense, mas também de serviços ligados ao nicho escolhido pelo blogueiro.

Os blogs são uma forma muito eficaz de criar um relacionamento com o cliente. Você abre informações, dicas e notícias em troca da audiência e leitura constante.

Conforme o seu visitante confia em você, ele se interessa pelo que está sendo pautado no blog. É uma equação simples e funcional. Se o assunto é beleza feminina, logo haverá um link que leve a uma loja de cosméticos, acessórios ou roupas.

O papel publicitário dos blogs vem sendo tão bem sucedido que, mesmo as marcas consolidadas no mercado, estão apostando em blogs próprios ou afiliados para não perder vendas.

As vendas indiretas promovem produtos, empresas, personalidades, ideias e tendências. Vale salientar que a internet é uma fonte quase infinita de opções. Sempre que houver novos produtos, haverá na rede novas formas para vendê-los.

DICA EXTRA: Conheça o Método Perfeito Para Criar uma Máquina Automática de Vendas Online que Rende Até R$ 8.253,97 por mês, e Faturar Mais a Cada Mês. Clique Aqui e Saiba Mais!

Sobre Jônatas Leite

Jônatas Leite é Empreendedor Digital , Profissional em Marketing Digital. Tem paixão pelo Empreendedorismo Digital e tem como objetivo principal ajudar as pessoas a ganhar dinheiro na internet.