Hostgator não funciona? Golpe? Presta?

Primeiramente, o que é hospedagem de sites? Em resumo, é um tipo de serviço virtual que possibilita as empresas ou pessoas físicas a guardar informações e conteúdo na forma de sites, na internet. As plataformas de hospedagem “vendem” espaço – ou domínio – em seus servidores e conexão à internet para os seus clientes.

Trocando em miúdos, é como se uma empresa fosse “dona” de vários “www.algumacoisaaqui.com.br” e vendesse eles para as outras empresas hospedarem suas próprias páginas.

Como funciona a hospedagem de sites?

Para acessar um site qualquer, é preciso ter um domínio acessível, e os provedores de hospedagem oferecem três recursos: transferência mensal, armazenamento em disco e quantidade de domínios.

O primeiro é medido através de megabytes ou gigabytes; a transferência calcula a quantidade dados que são trocados entre o site e os visitantes do site e vice-versa.

O segundo consiste na quantidade de informação ou dados – geralmente medida em megabytes – que pode ser armazenada no disco rígido do servidor. O terceiro recurso é relacionado à quantidade de domínios que o cliente vai precisar. Alguns serviços de hospedagem oferecem mais do que um domínio por cliente. Aí depende da intenção do cliente.

Os serviços essenciais para um site hospedado funcionar são: um servidor para o protocolo http, email, DNS, serviço de publicação e estatísticas gráficas, as quais processam os logs do servidor http.

Hostgator não funciona Golpe Presta

E quais são os tipos de hospedagem?

Os serviços de hospedagem se dividem em algumas categorias principais: gratuita, compartilhada, revenda, VPS, de nuvem, servidor dedicado, co-location e streaming.

Hospedagem grátis

Esse tipo de serviço na maioria das vezes é bastante limitada. Oferecem vários tipos de propaganda no site e só tem a possibilidade de enviar sites pela interface web, o que pode não ser tão eficaz quanto o FTP. Além disso, o espaço no disco rígido e a transferência de dados é pequena.

Hospedagem Compartilhada

São vários sites hospedados em um mesmo servidor, o que garante um alto custo-benefício para os clientes. Apesar disso, a maioria dos serviços de hospedagem não deixa a qualidade cair mesmo com muitos sites hospedados no mesmo lugar. A manutenção se mantém quase que 24 horas por dia, assim a qualidade permanece a mesma.

Revenda de Hospedagem

Se me permitem o trocadilho, é um serviço “Avon” de hospedagem de sites. O espaço em disco e a transferência de dados é maior do que a hospedagem compartilhada.

VPS

É um servidor capaz de rodar várias plataformas, fazendo assim com que o controle da hospedagem seja mais rígido. Esse tipo de serviço cabe muito bem para aplicações que precisam ter acesso total ao sistema operacional, porém não tenham a necessidade de velocidade no processamento.

Hospedagem em Cloud ou em Nuvem

É o anterior melhor. Garante a velocidade no processamento. Custa menos mas é mais propenso a ter falhas.

Servidor Dedicado

É a hospedagem top de linha. É mais cara e mais aplicada. Há a possibilidade de controlar o servidor, requerendo assim um profissional qualificado para mexer no sistema.

Co-location

Parecido com o anterior, mas o hardware fica à responsabilidade do cliente.

Streaming

Esse modelo é oferecido para trabalhar com vídeos e áudio online.

E a Hostgator?

A Hostgator nasceu nos Estados Unidos, em 2002. Através dos anos foi construindo filiais por todo mundo e hoje é uma das empresas líderes quando o assunto é hospedagem de sites. Suas especialidades encontram a hospedagem compartilhada, revenda, VPS e servidores dedicados.

De acordo com os próprios clientes da Hostgator, você pode hospedar quantos domínios quiser na sua conta, sem limites e nem restrições de largura de banda ou espaço no disco rígido. A única ressalva que existe sobre a Hostgator é que no plano básico só é possível hospedar um domínio.

Pacotes de Hospedagem

A empresa é flexível e contém destaque na largura de banda e espaço no disco rígido ilimitado. Ela oferece três pacotes principais, os quais já aparecem de cara quando você entra no site: o Plano P, o Plano M e o Plano Business, sendo o segundo o mais popular, de acordo com a própria empresa.

O Plano P é recomendado para sites e blogs que têm apenas um domínio. Ele vem com espaço em disco ilimitado, transferência de dados ilimitada, contas de email ilimitadas e SSL compartilhado. Você pode efetuar o pagamento a cada três meses, no valor de R$44,97, ou mensalmente, R$14,99.

O Plano M já custa um pouquinho mais caro, R$18,99 por mês ou R$56,97 a cada três meses. Nesse pacote o cliente já contém domínios ilimitados, e o restante das características equivale ao plano mais básico.

Já o Plano Business, além de também ter as características dos outros pacotes, vai manter aí o servidor e ip dedicados, que como já citei mais para cima no artigo, eleva a qualidade e também o valor do serviço prestado. A cada três meses, o pagamento pode ser feito num total de R$131,97 ou se o cliente preferir pagar todo mês, R$43,99.

Outros serviços da Hostgator

Ainda oferecem registro de domínios nacionais e internacionais, contas de email ilimitadas em todos os planos, painel de controle fácil de usar e em língua portuguesa, instalação de dezenas de aplicações de forma rápida, migração do site grátis pela equipe da Hostgator, construtor de sites com 4500 temas prontos, R$120 em crédito para divulgação dos sites do cliente e suporte disponível para sanar as dúvidas de quem contratar os serviços.

A empresa coleciona prêmios os quais julgam empresas de hospedagem, baseando-se em testes e regulamentações comprovadas, a fim de proteger os clientes e ajudá-los a conferir se aquela empresa é de fato confiável ou não. Desde seu início, já venceu aproximadamente 40 prêmios desse tipo e muitos outros, disponíveis para que você cliente possa conferir.

Então, respondendo à pergunta do título, a Hostgator presta sim, vale a pena sim, e faz um trabalho sério. Do contrário não teria feito tanto sucesso nem teria tantas filiais pelo mundo. Então se você leu esse artigo até aqui, já pode tirar a seguinte conclusão: vai hospedar um site? Hospede na Hostgator!

 

Como Conseguir um Cartão Internacional Fácil e Rápido

O cartão internacional, diferentemente do que muitos pensam, não serve apenas para quando um indivíduo irá realizar uma viagem internacional.

Também pode ser muito bem-vindo para aqueles que gostam de fazer compras de site internacional.

Ele funciona da mesma forma como um cartão de crédito comum, mas como o próprio nome diz, facilita as compras realizadas fora do país, pela internet e, até mesmo, por aplicativos de smartphones.

Para aqueles que vão viajar para outro país, é possível realizar saques em caixas eletrônicos e pagar as contas em qualquer estabelecimento local, desde que a bandeira do cartão seja aceita.

Como Conseguir um Cartão Internacional Fácil e Rápido

Adquirir um cartão internacional não é tão difícil quanto alguns imaginam. Nesse artigo vamos explicar quais são os procedimentos para conquistar o seu e detalhar todas as vantagens de se obter um.

Como Conseguir um Cartão Internacional Fácil e Rápido

Você Sabia?

Antes de presenteá-lo com um artigo que vai esclarecer todas as suas dúvidas a respeito de um cartão de crédito internacional, caro leitor, gostaríamos de testar seus conhecimentos: Sabe a história do cartão de crédito?

Possivelmente sua resposta foi não, então vamos lá: no ano de 1950, em um restaurante de Nova York, o empresário Frank MacNamara foi jantar com seus amigos e, ao final do encontro, perceberam que haviam esquecido dinheiro e cheque.

Como solução, o dono do restaurante pediu que o executivo assinasse a conta com as despesas. Bingo! MacNamara lançou, no mesmo ano o Diners Club, feito de papel cartão. Só em 1955 é que ele passou a ser feito de plástico.

Dois anos depois foi impresso o primeiro cartão internacional. Naquela época, essa forma de pagamento só era aceita em hotéis e restaurantes.

A ideia do cartão chegou ao nosso país no ano de 1954, mas a ideia inicial era de apenas como um cartão de compra, não de crédito, que só chegou nas mãos dos brasileiros por volta do ano de 1968.

Daí para o cartão de crédito internacional não se deu de forma imediata. Apenas em 1990, por conta da implementação do Plano Real de Fernando Henrique Cardoso é que a população do Brasil soube dos benefícios de comprar e pagar produtos do mercado estrangeiro por meio deste facilitador.

Um cartão para chamar de seu

Existem diversas formas para conquistar um cartão internacional. Tudo se baseia no perfil de cada pessoa, então vamos elencar as situações:

1# Correntistas

Quem tem uma conta corrente em um banco pode solicitar um cartão de crédito internacional diretamente com o gerente.

Analise com ele o que é possível obter de limite e sobre a anuidade (que é mais alta que os cartões nacionais).

2# Sem conta no banco

Para quem não tem conta em nenhuma agência bancaria, também é possível ter um cartão. O processo é um pouco mais burocrático, mas não impossível. Para essa solicitação, é preciso:

  • Ser maior de 18 anos
  • Comprovar renda
  • Apresentar comprovante de endereço

3# Universitários

Os estudantes também não estão impedidos de ter um cartão, mas se prepare que o limite para essa categoria é baixo.

O bom é que algumas bandeiras deixam de cobrar a anuidade nesses casos.

4# Adicionais

Caso você tenha um parente ou cônjuge que tenha um cartão internacional, veja se a pessoa pode colocá-lo como adicional.

Como utilizar o seu cartão

Com o cartão em mãos, é importante entender algumas coisas a respeito da ferramenta, como por exemplo, o esquema de cobrança de suas contas.

Quando você faz uma aquisição, seja ela por meio da internet ou em lojas físicas de outros países, são processadas em dólares.

Quando você efetua a compra, a administradora utiliza a cotação do dia do dólar e a finaliza. O fechamento da fatura se dá da mesma forma: todo o valor gasto é analisado de acordo com o valor da moeda e convertida em reais.

Caso haja discrepância entre o valor do produto e o dia do fechamento da fatura (seja para mais ou para menos), a diferença é compensada na próxima conta.

Outro aspecto a ser compreendido é a cobrança de taxas, que se dá pelo IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que é de 6,38%. Mesmo sendo alto, ainda vale a pena realizar algumas compras, pois os produtos internacionais não possuem as mesmas cobranças de impostos que os brasileiros.

Um cartão de crédito internacional é muito cômodo e vantajoso e pode ser utilizado das seguintes formas:

  • Compra de passagens aéreas
  • Reserva de hotéis
  • Compra de passes de trem
  • Passeios turísticos
  • Compras em shoppings, free shops, bares, restaurantes, etc
  • Aluguel de automóveis ou casas para temporada
  • Parcelamento de compras
  • Anuidade parcelada
  • Limite de crédito
  • Proteção antifurto
  • Suporte 24 horas

Qual é a melhor bandeira?

Esse é um quesito que está muito ligado às preferências pessoais de cada um, no entanto, para quem quer ir para outro país deve saber que as mais aceitas lá fora são Visa e Mastercard. American Express e Diners, em contrapartida, possuem aceitação um pouco mais restrita.

Livre-se do constrangimento

O esquema de segurança de um cartão de crédito internacional pode ser fortíssimo, dependendo, é claro, da bandeira que você utiliza.

Umas podem ser menos ou mais rigorosas, contudo, antes de sair do país e começar a praticar o consumismo desenfreado, ligue para a administradora e informe para onde você vai, quanto tempo pretende ficar e qualquer outro detalhe adicional que eles venham a solicitar.

Algumas operadoras costumam bloquear as ações estrangeiras, única e exclusivamente para poupar o cliente de situações desagradáveis.

Agora que você obteve um dossiê completo a respeito do que é um cartão de crédito internacional e de como ele funciona, é mais fácil procurar por seu gerente ou uma agência qualquer e fazer uma solicitação, mas lembre-se: o cartão de crédito é um facilitador, mas não significa que você pode contar com aquele limite disponibilizado como se fosse uma fonte de renda a mais.

Nunca gaste mais que 30% do seu orçamento total e evite o pagamento mínimo, pois as taxas de juros do cartão são as segundas mais caras do mercado.

Use com moderação!

Como Sair das Dívidas de uma Vez por Todas?

Como Sair das Dívidas de uma Vez por Todas? Um dos maiores fantasmas que assombra a maior parte dos brasileiros nos dias de hoje são as dívidas, que sempre acabam por se converter em verdadeiros entraves para o crescimento pessoal das pessoas.

Por ser um problema que afeta tantas pessoas, as dívidas acabam sendo também um problema para o país como um todo, já que ter uma população endividada acarreta em ter menos dinheiro circulando e menos crédito sendo liberado.

Mas voltando ao micro (você), é fundamental saber o que fazer para conseguir sair das dívidas de uma vez por todas, afinal de contas, ter dívidas impede que uma pessoa consiga dar passos para frente.

Como Sair das Dívidas de uma Vez por Todas?

Portanto, neste artigo, nas próximas linhas, você irá descobrir exatamente tudo que poderá ser feito para que você consiga sair das dívidas de uma vez por todas, e consiga se restabelecer para prosseguir com novos projetos e para ter uma vida muito mais feliz.

Como Sair das Dívidas de uma Vez por Todas

Você é o culpado por suas dívidas

A primeira coisa que você deverá fazer para conseguir dar cabo de suas dívidas será ter consciência de que ninguém além de você mesmo é responsável pelas suas dívidas, portanto, não se esqueça de que você é o culpado por elas.

Ao fazer isto, você assume para você mesmo que não há como fugir do problema, já que foi você quem o criou, e também passa a ter forças para entender que você não poderá repetir este problema no futuro.

Não há como investir

Quando se está com dívidas, fica difícil aceitar que simplesmente não há como investir dinheiro em alguma outra coisa, pois você precisa se livrar das dívidas antes, já que elas são a sua prioridade.

Então, se algum rendimento extra surgir no meio do processo, não pense duas vezes antes de fazer com que este investimento seja redirecionado ao pagamento das dívidas o mais rápido possível!

Se desfaça de bens com Cautela!

Para quitar dívidas, é importante reconhecer que talvez seja necessário se desfazer de alguns bens, como um carro ou uma casa, tendo em mente que isto será útil para que as dívidas sejam exterminadas.

Para não se sentir mal com isto, procure reforçar mentalmente que esta atitude nada mais é do que uma atitude pontual, e que você muito provavelmente irá recuperar este bem no futuro, assim que se restabelecer financeiramente.

Faça economias

Economizar em praticamente tudo que for possível será seu próximo passo para conseguir se livrar das dívidas de uma vez por todas, já que deste modo, é possível reunir mais dinheiro para as renegociações.

Então, comece a economizar na conta de água, de luz e de telefone, e procure reduzir o seu pacote de TV a cabo, entre outras coisas, para conseguir reduzir seus gastos durante o período em que está tentando se livrar das dívidas.

Faça as contas na ponta do lápis

Outra coisa que uma pessoa que precisa se livrar de dívidas tem de fazer é começar a criar o hábito de fazer todas as contas do mês sempre na ponta do lápis, procurando colocar cada detalhe, cada moeda, cada centavo dentro de uma planilha de gastos.

Deste modo, você consegue se planejar para saber quanto de economia será necessário ainda fazer para conseguir reunir uma boa quantia mensal que possa ser destinada ao pagamento de dívidas.

Ter uma boa noção de sua real capacidade de pagamento mensal também pode ajudar na hora de fazer a renegociação de suas dívidas, para que você possa fazer acordos que permitam que você pague um valor acessível por mês.

Nestas horas, de nada adianta assumir um compromisso maior do que você poderá arcar por mês, pois deste modo, você apenas estaria eliminando uma dívida para criar outra, já que você não conseguiria honrar o compromisso que foi assumido, mais uma vez.

Tenha prioridades

Quando estamos com dívidas, costumamos simplesmente ignorar quais são as nossas prioridades, e acabamos por nos colocar metas irresponsáveis, tais como uma viagem ao exterior, por exemplo.

Ora bolas, uma pessoa que tem dívidas a pagar não pode programar uma viagem a lugar algum, muito menos ao exterior, já que esta não é a sua verdadeira prioridade. Pagar as dívidas é!

Esquecer-se disto pode ser fatal para quem deseja acabar com suas dívidas e se livrar delas o mais rápido possível, portanto, procure estabelecer prioridades imediatamente, para que você consiga reunir condições para quitar suas dívidas o quanto antes.

Não faça novas dívidas

Quando se está com dívidas antigas, algumas pessoas relutam em aceitar que não podem fazer novas dívidas, e elas acabam fazendo com que suas dívidas cresçam ainda mais.

Por isso, é fundamental procurar fazer com novas dívidas não sejam feitas, evitando fazer novas compras por alguns meses, para que tudo que foi combinado durante as renegociações com seus credores possa ser cumprido até o final de tudo.

Tenha um negócio online

E por fim, a mais preciosa de todas as dicas para quem deseja acabar com suas dívidas de uma vez por todas: tenha um negócio online, para conseguir garantir um rendimento extra ou integral para quitar suas dívidas mais rapidamente.

O segredo para conseguir pagar suas dívidas o mais rápido possível será procurar iniciar um negócio online, que pode ser um blog ou site, por exemplo, para conseguir ter um rendimento por fora que lhe permita aumentar suas chances de quitar suas dívidas de modo mais eficiente e sem ter de estrangular completamente seu orçamento mensal.

E o melhor de tudo é que para ter um negócio online não será necessário que grandes investimentos sejam feitos, o que facilita muito a vida de quem está endividado e que não possui tanto dinheiro para investir num novo empreendimento.

A internet é extremamente democrática, e por este motivo, você terá totais condições de começar um negócio mesmo sem ter muito dinheiro para investir, e as oportunidades serão muitas.

Além de criar um site ou blog, você também poderá abrir um canal de vídeo, ou então, lançar um e-book, ou iniciar um curso online sobre algum tema qualquer, enfim, na internet, o céu realmente é o limite!

Espero que agora você saiba como sair das dívidas de uma vez por todas!

Como Controlar Bem o Dinheiro E Minhas Contas

Como Controlar Bem o Dinheiro E Minhas Contas ?

O equilíbrio entre o que se recebe mensalmente e as contas – também mensais, em sua maioria é bastante delicado, levando muitas pessoas a se endividarem.

Como resolver, de uma vez por todas, tal questão? Fica a pergunta.

Como Controlar Bem o Dinheiro E Minhas Contas

Como controlar bem o dinheiro e as contas

A seguir, preparamos algumas sugestões de estratégias a se adotar, a fim de aprender a ter um melhor controle do orçamento e evitar dívidas e outros tipos de complicação financeira.

Também há possibilidade de você começar um negócio online altamente lucrativo e escalável, se você estiver disposto a saber mais, recomendo que você leia este artigo.” 3 Dicas De Como Iniciar Um Negócio Lucrativo

Limite de gastos

Em primeiro lugar, se você ganhar X reais, você só pode se projetar para gastar até X-1. Acima disso, não é correto, porque senão você estará projetando dívidas. Parece algo simples a se lembrar, mas muita gente boa esquece de fazê-lo.

Planilha de gastos

Outra forma de controlar bem as despesas é fazendo uma boa e velha planilha, com todas as despesas sendo apresentadas e relacionadas aos ganhos mensais.

Desse modo, identificar possíveis “ralos de dinheiro” fica muito mais fácil. Cortar e ajustar gastos também.  Assim, há grande possibilidade de que o dinheiro comece a ficar sobrando no fim do mês.

Com tal precaução, você será capaz de eliminar gastos supérfluos, ou desnecessários, fazendo com que mais dinheiro sobre no final do mês.

Imprevistos acontecem – até com gastos

Lembre-se de que doenças, desemprego, roubos, enfim, gastos aleatórios e extras podem ocorrer a qualquer hora, portanto, crie uma reserva para eventualidades.

Pensar previamente a gastos

Não permitir que o impulso lhe domine na hora de comprar algo. Muitas pessoas acabam por se endividar pelo fato de não refletir antes de comprar. Por isso, não pensam no fim do mês e, logicamente, sempre estão endividadas.

Gastos, só à vista

Pense do seguinte modo, antes de resolver entrar em um parcelamento longo: ao deixar de pagar algo em, digamos, 24 vezes, para pagar à vista, você fará uma economia de, pelo menos um ano a um ano e três meses.

E tem mais: comprando-se à vista, normalmente há um desconto de 10%, o que faz com que, no fim das contas, a redução no valor total do item seja da ordem de… 50%!

Jamais utilizar crédito por impulso

Do mesmo modo, evite uso de créditos e empréstimos. Já que o Brasil ainda tem as mais elevadas taxas de juros do planeta, quem não se controlar com o orçamento, irá contrair uma dívida para o resto da vida, sem sombra de dúvidas.

Caso tenha mesmo de lançar mão de empréstimo e/ou financiamento, não deixe de pesquisar antes de fazer a opção, ver vantagens de pagamento, taxas entre outros tipos de despesas para constatar qual a melhor opção de oferta de crédito.

Atenção aos gastos com supermercado

Sempre leve uma listagem com o que está em falta, para o supermercado, evite impulsos de comprar coisas desnecessárias, e/ou que não estiverem relacionadas à lista.

Caso se esqueça de anotar algo que deveria comprar, basta acrescentar, mas só comprar se estiver muito barato. Caso contrário, deixe anotado para uma próxima visita ao estabelecimento.

Economia e poupança, sempre

Uma pessoa que tem contas equilibradas, em geral, é alguém que faz uso racional de seus recursos, desde a luz até a alimentação. Desse modo, o consumo sempre está sob controle, ajudando no processo de deixar as contas saudáveis.

Fazer uma poupança do que se recebe de salário é algo de extrema validade, porque assim você constitui uma reserva para gastos eventuais – já mencionados – a economia pode ser de, pelo menos 10 % a 15 %.

Pesquisa de preços

Apenas poucas horas de busca podem representar uma grande economia, ao final do mês.

Atenção às contas

Telefones devem ser vistos com muita cautela, sobretudo em casas com filhos adolescentes, que costumam gastar muito tempo conversando nos aparelhos, e as contas acabam vindo muito altas. Como uma medida punitiva, o telefone fixo pode ser desligado, para que percebam o custo de cada serviço consumido no dia a dia.

Evite comer fora

A alimentação pesa muito no orçamento, por isso, evite a alimentação em restaurantes, pois pode consumir boa parte do orçamento, levando a um descontrole de gastos. Opte por alimentação caseira, que além de mais barata é bem mais saudável, pois você fica a par de todas as etapas do preparo.

Pague as dívidas mais baratas

Não use cartão de crédito para pagar uma dívida que, de outro modo, teria uma taxa de juros inferior. Sempre optar pelo pagamento integral, do valor menor.

Fim de ano: época de pagamento

Nesse momento de final de ano, há uma grande possibilidade de se conseguir quitar valores devidos, porque credores precisam repor seus caixas e oferecem, muitas vezes, descontos vantajosos, que podem chegar a 90%.

Credito fácil para quem?

Tudo que é chamado pelo mercado de “crédito fácil”, só esconde dificuldades. As taxas de juros são muito altas e deixam as pessoas totalmente afundadas em dívidas, por isso deve ser um assunto proibido. Jamais recorra a esses expedientes, pois seria apenas trocar um problema pequeno por outro maior.

Evitar gastos com serviços bancários

Muita atenção aos gastos impostos por bancos, em termos de produtos e serviços oferecidos. Costumam representar também um sorvedouro de dinheiro. Se possível, limite sua conta bancária a apenas uma, para evitar problemas e dívidas.

As chamadas “vendas casadas” são outros exemplo de o quanto um banco pode ser persuasivo e empurrar seu cliente a ter gastos elevados. Trata-se de prática abusiva, porque segundo a legislação, comprar um produto para ganhar outro, em geral, é algo errado.

Carros

Cuidado antes de adquirir um carro, pois os gastos são diversos e, invariavelmente, altos. Estacionamento, combustível, impostos, seguro, reparos, podem chegar a custar um carro novo, a cada 36 meses. Portanto, pense bem antes de fazer o investimento.

Caso você esteja com a decisão de comprar um carro já tomada pense na questão do financiamento, pois também há uma série de juros e taxas embutidos no processo de pagamento.

Busque ajuda profissional

Sempre que precisar de ajuda para conduzir sua vida profissional, não hesite em buscar ajuda de instituições e organismos que protegem o consumidor. PROCONS de todo o país, Defensoria Pública, Ministério Público e advogados são importantes instâncias de auxílio ao cidadão.

 Como Controlar Bem o Dinheiro E Minhas Contas

Saiba Tudo Sobre o Meo Cartão – Cartão de Crédito Internacional Pré – Pago

Saiba Tudo Sobre o Meo Cartão – Cartão de Crédito Internacional Pré – Pago

Dentro do universo dos cartões de crédito, uma das vertentes mais procuradas por consumidores de todos os lugares é, sem dúvidas, o cartão de crédito pré-pago.

Com opções de pagamento antecipado, é uma alternativa que valoriza o conforto e a segurança de todos os clientes, com o efeito positivo extra de se ter mais controle sobre os gastos mensais, ou seja, não se pode gastar mais do que o valor programado previamente.

Meo Cartão – Cartão de Crédito Internacional Pré – Pago

Você sabia que, entre os pré-pagos, há, inclusive, um cartão com validade internacional? É isso mesmo! Essa novidade atende pelo nome de Meo Cartão, e pode ser utilizado para qualquer compra, em todas as partes do mundo. Conheça mais sobre essa alternativa que vai mudar a sua forma de comprar, a seguir.

Saiba Tudo Sobre o Meo Cartão - Cartão de Crédito Internacional Pré - Pago

O que é um cartão pré pago?

Um cartão pré-pago é aquela opção de crédito perfeita para quem deseja um cartão de crédito, mas não tem nome limpo no mercado ou não deseja abrir uma conta corrente. A grande vantagem desta modalidade é que o consumidor não tem, como exigência prévia, fazer qualquer comprovação de renda – como ocorre de costume no sistema financeiro tradicional.

Mesmo que não seja lá uma ideia tão original, ou recente, os bancos, com medo de perder mercado, começaram a criar produtos específicos para esse segmento, ao perceber o crescimento de demanda para esse tipo de opção de cartão de crédito.

Principais características do Meo Cartão Pré-Pago

O Meo Cartão Pré-pago tem se destacado nesse segmento. Um produto de crédito original do Banco Bonsucesso, um banco de crédito, com origem na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais.  O Meo Cartão, a cada dia, tem contribuído para o expressivo crescimento dessa instituição, que tem chamado a atenção de todo o mercado brasileiro.

Esse sucesso se deve ao fato de o Meo ser um cartão de puro crédito, reunindo a facilidade de um pré-pago à utilidade de seu aceite internacional, em sites de lojas do exterior, por exemplo. Pode ser ainda utilizado para verificação da conta PayPal.

O Meo Cartão é exclusivo da bandeira Mastercard e conta ainda com o YAP Mobile Payments, uma empresa que oferece a alternativa de enviar pagamentos por meio de mensagens SMS no próprio mobile, entre outras características que vem para auxiliar a vida de todo cliente.

Ao se cadastrar no site oficial do MEO Cartão, o cliente já ganha um número de cartão virtual, mas com plena validade, o que propicia ao cliente fazer suas compras de forma imediata. O cartão físico será emitido, e enviado posteriormente para o endereço informado no cadastro.

  • Pegue Agora Seu Cartão De Crédito Internacional Pré Pago Grátis No Meo Cartão!

Uma particularidade do Meo Cartão é justamente o fato de não ser ainda oferecido em outras bandeiras, que não a Mastercard, como apontamos; entretanto, não deixa de ser uma ótima opção também.

Tarifas e despesas

Há, sim, certas tarifas que serão cobradas, quando é utilizado o Meo Cartão; entretanto, o Banco Bonsucesso garante que a maior parte desses custos, que recaem sobre o cliente serão compensados por meio de bônus via celular – exclusivamente para as operadoras Oi, Vivo e Claro.

As principais taxas são:

  • Tarifa de abertura de conta – é cobrado, em cota única, o valor de R$ 9,90, que inclui: a primeira carga, o custo de utilização no primeiro mês e um cartão virtual totalmente exclusivo para compras em sites da internet e também com alertas de uso por meio de SMS. Esse saldo também é convertido em créditos para o mobile;
  • Tarifa sobre recarga – a cada vez que você fizer uma recarga, será debitado o valor de R$ 4 independente do que for recarregado. Como afirmado anteriormente, esse valor será convertido em bonus para sua linha móvel;
  • Tarifa de pacote de serviços – Há uma mensalidade de R$ 3,00, mas apenas se houver saldo no cartão. Caso não exista nenhum dinheiro disponível, o valor não será cobrado pelo Meo cartão;
  • Tarifa sobre o saque – A cada saque feito pelo Meo cartão, deverá ser pago o valor de R$ 5,90;
  • Tarifa sobre segunda via – a cada via sobressalente que for requerida, o cliente deve pagar uma taxa de R$ 14,90.

Limites para uso e recarga

Os limites para recarga são de R$ 50, no mínimo, e o teto seria de R$ 5000. O limite para gastos mensais é de R$ 5000. Caso você deseje gastar mais, com o MeoCartão, é possível, mas o excedente deverá ser declarado ao Ministério da Fazenda, via Imposto de Renda.

É importante ainda ter atenção em relação ao seguinte: para proteger a indústria nacional, o Governo Federal cobra, dos cartões pré-pagos, uma taxa de 6,38% sobre a compra, caso o seu Meo cartão seja utilizado exclusivamente para compras no exterior.

Por isso, é importante ter em mente variar os locais de compra, fazendo parte no exterior, parte no Brasil, para ficar isento dessa despesa.

Vantagens imperdíveis

Como vantagem pouca é bobagem, ainda há mais benefícios para todos que buscam comodidade: a primeira é o modo de recarga, que pode ser feito via boleto bancário.

Isso mesmo! Você guarda um boleto que é baixado pelo site do Meo cartão e, sempre que desejar, imprime e faz o pagamento – seja online, seja em um caixa eletrônico, casa lotérica e outros – e, em 24 horas, o crédito já estará na conta do Meo cartão.

  • Pegue Agora Seu Cartão De Crédito Internacional Pré Pago Grátis No Meo Cartão!

Caso você aprecie jogos de azar virtuais, como em sites de poker e afins, o seu Meo Cartão pode receber o crédito relativo ao prêmio, ou crédito de empresas de marketing multinível – como Telexfree e afins.

 O Imposto sobre Operações Financeiras – IOF – cobrado em operações internacionais no Meo Cartão é bem baixo: 2% apenas, inferior aos 6% cobrados em cartões tradicionais, ou seja, mais vantagens para suas compras online internacionais.

Qualquer pessoa com CPF pode pedir o seu Meo cartão. Como vimos, não há consultas às instituições de crédito, por se tratar de um cartão pré-pago; desse modo, todos podem constituir o Meo.

Outro grande benefício é o seguinte: quem preferir, pode fazer o download do MeoApp, um aplicativo para Android e IPhone, no qual o cliente pode fazer comprar, utilizando o Meo cartão, somente utilizando seu aparelho mobile.

  • Pegue Agora Seu Cartão De Crédito Internacional Pré Pago Grátis No Meo Cartão!

Encurtador de url bit.ly – o Melhor encurtador de links

Encurtador de url bit.ly – o Melhor encurtador de links garantido! Os encurtadores de links estão ficando mais populares. É interessante ver como eles estão ficando mais sofisticados conforme o tempo passa. Não é apenas a função de deixar um link menor, eles tem outras utilidades.

Existem vários encurtadores de links, mas o mais conhecido é o Bit.ly. Você já deve ter visto endereços com esse final e talvez não entendesse o que o tornava assim. Esse é o indicativo de um link encurtado por esse sistema.

O bit.ly já está há alguns anos em atividade, mas a crescente busca por seus serviços é algo a ser observado. Abaixo você verá algumas funções fornecidas por esse sistema e é possível entender porque as pessoas o estão usando cada vez mais.

Encurtador de url bit.ly – o Melhor encurtador de links

Os encurtadores de link surgiram, em parte, graças ao twitter. Era impossível compartilhar alguns endereços já que havia o controle máximo de caracteres. Dessa forma era preciso encontrar uma solução.

Eles continuam sendo uteis para novas funções. Vamos listá-las para que você entenda para que eles funcionam. Assim você pode usá-los com todo seu potencial e serventia.

Se você é um usuário de encurtador de links, sabe que o crescimento do uso dessas ferramentas está aumentando. O que era algo só para uma função, agora possui características e detalhes únicos.

Encurtador de url bit.ly - o Melhor encurtador de links

Para gerar relatórios (dos seus links criados)

Quando um link é “passado pra frente”, muitas vezes o perdemos. O Bit.ly oferece um bom sistema de monitoramento de status. Isso te mostra quantas vezes aquele link foi visualizado, quantas pessoas o compartilharam, quantos cliques recebeu, quantas vezes foi salvo para ler depois e etc.

Se você trabalha com marketing digital, sabe o valor que um relatório detalhado tem. Acompanhar suas fontes garante controle para saber o que precisa ser melhorado, alterado e o que gerou interesse.

Além da parte prática, há também os detalhes técnicos. Eles são igualmente importantes quando você está em busca do seu público alvo. O horário de maior número de visualizações e dias da semana são algumas informações válidas. Também há a possibilidade de compartilhar os relatórios com outras pessoas através de uma permissão (+).

Organizar links: Encurtador de url bit.ly – o Melhor encurtador de links

Seus links e os links que você gostou podem ser organizados em listas.Essa é uma forma bem bacana e prática de se organizar. Você pode segmentar os temas e determinar prioridades.

Com a página pessoal do Bit.ly você consegue fazer uma boa gerencia em listas. Essa opção é válida para quem trabalha pela internet, ou quem apenas usa como método para arrumar seus interesses e informações relevantes.

Uma função divertida e funcional que você pode agregar à lista é torná-la pública. Assim, outras pessoas podem ter acesso ao seu organizador de links e até te ajudar a definir algumas relevâncias e categorias.

Dá sua opinião nos links

Essa parte não é feita para dizer “bom” ou “ruim” e sim para dar um toque pessoal no compartilhamento dos links. Por exemplo: se você vai enviar um link que te assustou ou emocionou ele pode ser finalizado com scareto.me ou emotionto.me.

Também dá para exemplificar, através da finalização do link a fonte de onde veio a informação. No caso, se veio do New York Times você pode mandar como nyti.ms. Esse toque pessoal também pode te favorecer quando os links forem intencionalmente diminuídos para vendas e negócios on-line.

Criar uma rede de links em seu blog

O WordPress tem um ótimo plugin para o bit.ly. Com ele você pode automatizar informações para suas postagens. Assim você não precisa ficar constantemente inserindo links.

Se você quer sempre alocar um link, geralmente usado para venda ou otimização de um conteúdo. Pode deixar isso já pronto através do painel no blog.

Integração com o iOS

Existe um aplicativo para iPhone que te deixa por dentro do Bit.ly. Você recebe várias informações da sua conta, assim você pode gerenciá-la à distancia, de qualquer lugar do mundo. Sem precisar ir até um computador.

Infelizmente, não achamos esse mesmo aplicativo para Android, mas acreditamos que ele já deve estar sendo produzido, afinal o próximo item da nossa lista está ligado ao Google.

Integração com Google Chrome

Para esse navegador também há um plugin específico. Você pode encurtar as URLs diretamente da pagina, sem precisar ir até o Bit.ly. Também há como verificar quanto aquele link já foi compartilhado e outras informações relevantes sobre ele.

Ficar por dentro (dos assuntos mais linkados)

Há pouco menos de dois anos a Bit.ly lançou um aplicativo de notícias instantâneas. O sistema tem função em tempo real e a intenção é mostrar quais os links estão sendo mais vistos e compartilhados.

É como uma agencia de notícias de ultima hora. O que houver de mais relevante vai ficar aparecendo e se renovando. Também dá para usar um sistema de filtros para ver apenas as notícias que te interessam.

É possível escolher várias opções de filtragem como redes sociais, uma série de tópicos, idioma, assuntos, localização e muito mais. É uma ferramenta bem conveniente para não perder os assuntos mais comentados do momento.

Personalizar sua página pessoal

O ultimo tópico de vantagens não é nada ligado ao “mundo externo” do Bit.ly e sim à sua página nesse sistema. O programa mostra uma série de links que e atalhos que você pode adicionar ao seu perfil para deixá-lo mais funcional para você.

Sistemas de listas, informações, atalho para arquivos antigos, páginas de marcadores, compartilhamentos e muito mais. Você pode transformar o seu encurtador de links em uma página muito mais interessante.

Uma ferramenta válida

Resumindo, o Bit.ly é muito mais do que apenas um encurtador de links. Com todas as funções e opções oferecidas, você pode usar o bit.ly para otimizar seus links e manter-se por dentro de tudo que acontece na web.

Para quem trabalha com marketing digital, ainda há vantagens de relatórios que podem agregar uma visão diferenciada do recebimento dos seus links. Assim você pode rever suas segmentações e obter melhores resultados através dos dados fornecidos pelo Bit.ly.

Finanças Pessoais: Como Administrar Bem?

Finanças Pessoais: Como Administrar Bem?

Sempre que paramos para pensar a respeito de nossas finanças pessoais, a primeira coisa que vem em nossa cabeça é uma das mais temidas perguntas que sempre está e sempre esteve presente na vida social da maioria da população mundial.

“Como cortar gastos desnecessários?”

Muitas pessoas acreditam que cortar gastos significa não comprar nada do que desejamos e gastar menos do que ganhamos, e essa é a saída que a maioria da população adota, no entanto o ideal seria fazer uma lista com todos os seus ganhos e todos os seus gastos.

Ao fazer esta lista perceberá que há vários gastos insignificantes, uma conta a prazo no cartão daqui outra conta a prazo ali, e por ai vai.

Essas contas a prazo poderiam ser evitadas. “Mas como?”. A resposta é simples, se não tiver dinheiro suficiente não compre algo desnecessário, como por exemplo, uma roupa para ir à uma festa.

Finanças Pessoais: Como Administrar Bem?

Guarde para comprar um curso que lhe ajude a ganhar dinheiro, por exemplo o Formula Negócio Online. Garanto que é um ótimo investimento, Clique Aqui e Veja um Vídeo Grátis!

Finanças Pessoais Como Administrar Bem

Finanças Pessoais – Como cortar gastos desnecessários?

Se for algo realmente útil que precisa ser comprado, esqueça o cartão a prazo, pois ele tem juros altíssimos e isso só faz gerar ainda mais gastos. Faça da seguinte maneira: Guarde o dinheiro por pelo menos dois meses e então depois efetue a compra, se ainda não for o suficiente, guarde por três meses.

Outra dica importante para evitar gastos necessários, é que se você for sair de casa e não planeja gastar nada, deixe seu cartão de crédito e todo o seu dinheiro guardado em casa.

E outra coisa muito importante. Pare de pensar de forma negativa. Não pense que apenas cortar gastos ajudará nos seus ganhos pessoais ou até mesmo melhorará suas finanças pessoais, pelo contrário, cortar gastos se transformará em um ciclo repetitivo, visto que essa é a maneira mais fácil de guardar dinheiro.

E outra pergunta surge, “por que tenho que cortar gastos?”. “Para gastar com ainda mais coisas desnecessárias? Ou para seguir um objetivo?“.

Então em vez de perguntarmos “como cortar gastos”, porque não fazer outra pergunta “Qual meu objetivo para este ano?”, “Tem algum objetivo que eu quero alcançar?”.

A partir do momento que mudamos nossos pensamentos para uma forma mais positiva, várias respostas surgem em nossas mentes, pois desta maneira não estaremos mais nos rendendo ao fracasso e nem apenas aceitando que teremos que simplesmente cortar gasto. Pelo contrário, estaremos investindo esses gastos em algo necessário, em algum objetivo.

Então em vez de sair por ai usando a frase “como cortar gastos?”, porque não se perguntar, “como posso economizar para que eu possa alcançar minha meta?” e “quanto tempo demorará em que eu cumpra meu objetivo?”.

Finanças Pessoais – Como Devo Seguir Meu Objetivo?

O primeiro passo é não desistir conforme dificuldades começarem a surgir, ao contrário, é nessa hora que você deve continuar firme e mostrar sua persistência e perseverança.

Outra dica é fazer uma lista, nesta lista é necessário ter: Qual seu objetivo; Quanto tempo leva para que eu consiga realizar esse objetivo; Quanto precisarei gastar com esse objetivo e qual a quantidade de dinheiro que será investida neste objetivo.

Responda no mesmo papel essas perguntas e coloque essa lista em lugar estratégico na sua casa, desta forma sempre que você olhar para essa lista se sentirá mais motivado para alcançar seu objetivo, e assim não irá desistir.

Prepare-se emocionalmente, porque nada na vida é fácil, então faça outra lista com as dificuldades e os obstáculos que você terá que enfrentar, e no mesmo papel faça também uma lista com os pontos positivos do seu objetivo, desta forma, você se prepara emocionalmente para as dificuldades visto que já saberá o que terá que enfrentar e ao mesmo tempo ficará animado porque um dia poderá desfrutar do seu objetivo alcançado.

Crie um plano de metas que você terá que alcançar antes de chegar ao seu objetivo principal, essas metas ajudarão a guiar você sem que saia de seu caminho. Você pode também aos finais de semanas, parar para pensar no que você fez para dar um passo a mais em direção a esse objetivo, e coloque tudo escrito no papel.

Finanças Pessoais – Conclusão

Quanto mais esforço você colocar em seu objetivo, ele vai lhe parecer cada vez mais fácil e mais próximo de ser alcançado. Não desista logo no começo, quando apenas a primeira dificuldade aparecer, em vez disso aprenda a se fortalecer com a primeira dificuldade, pois pode ter certeza, muitas outras dificuldades e obstáculos virão.

A maior dificuldade que você poderá enfrentar, é algum familiar ou amigo próximo tentando fazer com que você simplesmente desista de seu objetivo, apenas ignore e pense, “esse é o meu objetivo, não dele, é isso o que eu realmente quero como meu objetivo, então é isso que eu vou fazer”.

Conforme o tempo for passando, e quanto mais perto você estiver de seu objetivo, se sentirá mais animado e cheio de energia, e quando o dia de realizar seu objetivo chegar, seja ele um carro novo, uma casa nova ou até mesmo uma TV nova, você perceberá o quanto é gratificante conquistar um objetivo que conquistamos e ganhamos com nosso próprio suor e esforço.

7 Dicas Para Gerar Mais Dinheiro Com Seu Blog

7 Dicas Para Gerar Mais Dinheiro Com Seu Blog

Empreendedorismo digital é um termo que vem ganhando bastante força e crescendo exponencialmente a cada dia. O ponto é que os brasileiros estão mudando a forma de verem blogs, quebrando aquele paradigma de que é apenas hobby, para, de fato, adentrar no universo da remuneração profissional.

7 Dicas Para Gerar Mais Dinheiro Com Seu Blog

Desta maneira, o que os novos blogueiros desejam é gerar mais dinheiro com seu blog. No entanto, não é tão simples assim! Ainda mais agora, em que o Google está dificultando o trabalho e a concorrência está aumentando.

Logo, aprender de verdade sobre as maneiras de lucrar é fundamental a fim de atingir o sucesso. Nós vamos te ajudar!

 7 Dicas Para Gerar Mais Dinheiro Com Seu Blog

7 Dicas para gerar mais dinheiro com seu blog

Em apenas 7 passos, você será capaz de sair de um lucro baixíssimo e saltar para um valor bastante alto. Em teoria, tudo o que dissermos abaixo é simples de entender; o problema é aplica-los.

Com o tempo, mesmo sabendo o que você deve fazer, ainda assim é difícil alcançar os resultados que almeja. Por isso, muitos profissionais acabam desistindo no meio do caminho. Não queremos que isso aconteça com você!

Que tal conferir nossas 7 dicas para gerar mais dinheiro com seu blog? Confira abaixo!

1# – Estude sobre Geração de Tráfego

Um blog, por mais perfeito visualmente que seja, não atrairá visitantes facilmente. O ponto é que um conteúdo pode estar muito bem escrito, mas sem ninguém para lê-lo. Desta maneira, é imprescindível que o profissional aumente as visualizações do seu projeto.

Não há nenhum segredo para alcançar milhares ou dezenas de milhares de visitas diariamente. As informações estão disponíveis a todas as pessoas, por meio de cursos da mais alta qualidade, como o Faculdade Dinheiro, até artigos de acesso gratuito, como os nossos.

Assim, reserve algumas horas do seu dia apenas para estudar maneiras de aumentar o seu tráfego. Valerá a pena no longo prazo!

2# – Faça curso de Monetização

Após você garantir um bom tráfego ao seu blog, chegou o momento de transformar este pessoal em lucros para você. Até porque, quando um projeto é muito visualizado, ele necessita de servidores cada vez maiores para suportar tanto peso; ou seja, os gastos aumentam.

Na monetização, o mais interessante é aprender com aqueles que já têm experiência e ganham fortunas neste meio. É o caso do Jonathan Taioba, que há 3 anos faturava 1 mil dólares por dia com Google AdSense, e hoje ganha muito mais!

Assista a uma aula gratuita do Jonathan para você entender melhor sobre como transformar seus artigos em máquinas de dinheiro diariamente.

O lado bom é que tais cursos podem ser utilizados inúmeras vezes, em diversos projetos, multiplicando os lucros com o passar dos meses. Estudar é a fonte da sua renda!

3# – Trabalhe com os melhores programas de afiliados

Atualmente, é possível ganhar dinheiro fazendo publicidade direta no blog, ou seja, falando com algum profissional e alugando o espaço. No entanto, esta maneira é mais complicada! O mais fácil é trabalhar com empresas que estão abertas à afiliação.

O Google Adsense, como citamos acima, é um exemplo. A partir desta empresa, você é capaz de ganhar dinheiro por clique em seus anúncios, gerando dezenas, centenas ou milhares de dólares por mês.

Há, ainda, opções de pagamento por visualização, como é o caso do Egrana. A cada mil views, estas empresas pagam um determinado valor, independente de terem clicado ou não. No entanto, os valores costumam ser mais baixos!

Outro exemplo que vem crescendo bastante é de pagamento por ação, ou seja, comissão. A cada venda, o blogueiro que indicou o produto recebe uma fatia do valor.

Nestes casos, todos saem ganhando, pois o dono da propaganda apenas tem gastos quando vende, ou seja, ele abre mão de uma parcela do lucro; e o afiliado ganha um dinheiro interessante, mais alto que por clique ou por visualização.

O Hotmart é um exemplo de plataforma que vem ganhando muitos adeptos nos últimos anos. Brasileira e pertencente ao grupo Buscapé, esta empresa oferece um ambiente seguro para vendas de produtos digitais. Assim, à disposição do afiliado há centenas de livros e vídeos para serem vendidos, pagando comissões desde 3 reais até 800 reais!

4# – Crie o seu infoproduto

Você tem notoriedade no nicho em que atua? As pessoas te respeitam? Então, que tal criar um curso para o seu público? Aproveite que há pessoas interessadas em seu conhecimento, e venda-o, gerando muitos lucros.

O lado bom é que você não apresenta gasto nenhum com isso! O livro é feito pelo computador, não necessita ser impresso e nem precisa pagar para lança-lo ao mercado. Dentre os pontos positivos, o maior deles é a escalabilidade.

  • Como Fazer Info Produtos

Você pode vender 1 por dia, aumentar para 2 por dia, 5 a cada 2 dias e assim por diante, sem nem mesmo precisar trabalhar em cima dele, após estar pronto. É natural e só tende a crescer, dependendo do seu bom trabalho.

5# – Não tenha medo de investir

Um dos maiores obstáculos na vida do empreendedor digital é ter medo de utilizar o dinheiro sabiamente para gerar mais dinheiro. O nome disso é investimento: você paga um valor, e recebe um dinheiro mais alto ainda, tempos depois.

Assim, você pode utilizar 100 reais de publicidade, por exemplo, e gerar 300 reais em vendas, ou seja, tirou 200 reais líquidos, apenas investindo. Esta é a melhor maneira de impulsionar os negócios e garantir uma renda digna de sucesso.

6# – Foque em sua lista de e-mails

Email marketing é a chave para o sucesso. Todas as pessoas tem 1 email, ao menos, e olham suas caixas de entrada 1 vez ao dia. Então, a melhor maneira de se relacionar com eles é por meio deste endereço digital.

Telefone, panfleto ou qualquer outra ferramenta está entrando em decadência, enquanto o email marketing só cresce. Foque em construir uma lista grande e responsiva, e seja feliz!

7# – Cuidado com a afobação

Por fim, a nossa última dica é para controlar seus brios. Tenha cuidado ao se motivar demais com cases de sucesso ou esperar lucros muito altos em pouquíssimo tempo. Seguindo todas as nossas dicas, o êxito virá, mas não será de uma hora para a outra.

Não se afobe, para não perder a motivação! Tenha os pés firmes no chão e foco; crie metas alcançáveis e atinja-as.